Fatores de Proteção das Experiências Adversas na Infância

\"\"

Fatores de Proteção Individual e Familiar

  • Famílias que criam relacionamentos seguros, estáveis ​​e estimulantes, ou seja, as crianças têm uma vida familiar consistente, onde estão seguras, cuidadas e apoiadas;
  • Crianças que têm amizades positivas e redes de pares;
  • Crianças com bom aproveitamento e integradas na escola;
  • Crianças que têm adultos atenciosos fora da família que servem como mentores/modelos;
  • Famílias onde os cuidadores podem atender às necessidades básicas de alimentação, abrigo e serviços de saúde pediátricos;
  • Famílias onde os cuidadores têm formação superior;
  • Famílias onde os cuidadores têm emprego estável;
  • Famílias com fortes redes de suporte social e relacionamentos positivos com as pessoas ao seu redor;
  • Famílias onde os cuidadores se envolvem na monitorização, supervisão e aplicação consistente das regras dos pais;
  • Famílias onde cuidadores/adultos lidam pacificamente com os conflitos;
  • Famílias onde os cuidadores ajudam as crianças a resolver problemas;
  • Famílias que se envolvem juntas em atividades divertidas e positivas;
  • Famílias que incentivam a importância da escola para as crianças.

Fatores de Proteção da Comunidade

  • Comunidades onde as famílias têm acesso a ajuda económica e financeira;
  • Comunidades onde as famílias têm acesso a cuidados médicos e serviços de saúde mental;
  • Comunidades com acesso a habitação segura e estável;
  • Comunidades onde as famílias têm acesso a cuidados infantis e seguros;
  • Comunidades onde as famílias têm acesso a pré-escola de alta qualidade;
  • Comunidades onde as famílias têm acesso a programas e atividades pós-escolares seguros e envolventes;
  • Comunidades onde os adultos têm oportunidades de trabalho com políticas favoráveis ​​à família;
  • Comunidades com fortes parcerias entre a comunidade e empresas, saúde, governo e outros setores;
  • Comunidades onde os moradores se sentem conectados uns aos outros e estão envolvidos na comunidade;
  • Comunidades onde a violência não é tolerada ou aceite.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Ficha de inscrição
plugins premium WordPress